domingo, 20 de março de 2016

NOOTRÓPICOS NZT100 - APÓS 160 DIAS DE UTILIZAÇÃO

Inicialmente eu vou te propor um grande desafio. Ficar acordado por 36 horas ininterruptas e deixar aqui o seu comentário sobre como o seu corpo e mente reagiram. Não é toda pessoa que se predispõe a uma experiência como esta, certamente. Outras, já ficaram até mais horas que isto, como é o meu caso em particular. E como são muitas as perguntas que venho recebendo todos os dias e respondendo a todas elas, com imenso prazer e total dedicação a esta pesquisa, planejando e controlando o meu tempo da forma mais acertada o possível, vou descrever aqui um pouco da minha história e depois, você decidirá se vale a pena pegar a pílula vermelha e embarcar nesta jornada, ou tomar a azul e acordar no outro dia em sua cama, sem se lembrar de absolutamente nada.


Eu nasci em uma família pobre, muito pobre mesmo. Filho de segurança com o primário, desempregado na maioria das vezes pelas quais me lembro do meu pai e minha mãe, lutadora como muitas mulheres neste mundo, era quem sustentava a casa e matava a minha fome e a dos meus irmãos. Na verdade, quando eu penso em "pai" eu vejo minha "mãe". Tive que parar de estudar no primeiro ano do antigo segundo grau para poder trabalhar, pois a vida era bem difícil naquela época. E como por volta de 1994 uma pessoa como eu não tinha muitas opções, fiz o que tinha que ser feito. Fui a luta. Já pulei muitos muros para pegar mamão verde para minha mãe fazer doce de mamão. Não por que eu gostava deste doce, de forma alguma. Mas era o que dava para conseguir em uma cidadezinha do interior de Minas Gerais. Também já realizei pequenos furtos de dinheiro para ajudar em casa, sem que ninguém soubesse claro e pelo que me lembro, eu era realmente bom nisto, não que me orgulhe desta fase da minha vida. Inclusive há peguei dinheiro em uma Igreja que não me lembro qual na cidade de Ouro Branco na urna do dízimo. Também não me orgulho disto e acredito que este foi sem dúvida alguma o meu verdadeiro pecado capital. Pois por mais dinheiro que eu ganhei nos anos seguintes, nenhum centavo parava em minhas mãos. Pelo que me recordo, era uma nota de 50 Reais. Eu já devolvi esta nota a nem sei quantas igrejas em minha vida. Já devolvi para a Santinha, uma gruta milagrosa que amo em minha cidade e que me deu tudo que tenho hoje, a Matriz de Nossa Senhora da Conceição, e por aí vai. Da última vez, mesmo depois de ter sido absolvido por um padre deste pecado, foi em Aparecida no estado de São Paulo. 


Bom, esta foto foi tirada por mim mesmo e ficou linda, perfeita. Merece ser divulgada com total certeza. Mas voltando ao assunto principal desta matéria, é isto mesmo. Nenhum Real parava em minhas mãos, e olha que ganhei muitos Reais entre os meus 20 e 30 anos. Até que comecei a frequentar a Carismática aqui na Igreja de São Sebastião, depois de uma desilusão amorosa. Logo, procurei um padre e me confessei, contei tudo a ele nos mínimos detalhes. Depois disto, me encontrei novamente comigo mesmo. 


Este sou eu aos 31 anos trabalhando de Maquinista ou Auxiliar, não me lembro exatamente na MRS. E como se prova, eu posso falar com propriedade que já fiquei bem mais do que 36 horas em vigília. E de forma alguma, posso falar que Deus não foi generoso comigo, por que foi, e muito. Pois um garotinho, projeto de ladrão, pobre e sem estudo aos seus 17 anos, já estava com seu destino muito bem traçado. No entanto, até os meus 16 anos eu era um garoto bonito e esforçado, mas "comum". Nada mais do que comum. Um dia, estava andando com uma bicicleta velha que meu pai tinha me dado e ao virar a rua para chegar ao Sider, um clube aqui em minha cidade, dei de cara com um Carro Vermelho, um Kadett dirigido por uma mulher com uma camisa branca, batom cor de vinho, óculos escuro arredondado e cabelos pretos na altura do ombro. Consigo me lembrar com perfeição até dos seios dela para dizer a verdade. Acho que não vi a placa do carro com clareza, mas sei que começava com "N", uma placa estranha em minhas memórias. Que pena não ter uma GoPro naquela época à minha disposição. Eu bati feio no carro e ele passou por cima da bicicleta. Eu fui de encontro ao capo, sendo arremessado contra o para-brisa e cai no chão em seguida pelo lado direito que estava (lado do motorista). Quando me levantei, em frente a Oficina do Xerife, tinha sangue em minha roupa, no carro e no chão. Mas eu não tinha um único arranhão se quer por mais que procurasse. Então peguei a bicicleta que estava com a roda toda amassada, pedi ao Xerife um martelo para desempenar a roda e assim o fiz. Voltei para casa mas alguma coisa tinha mudado em mim, eu não era mais o mesmo, com total certeza. De uma pessoa comum, eu virei o "dono do jogo" na escola. A única coisa que me lembrava perfeitamente era de um tal de Ulisses que era dono ou trabalhava em uma Agência de Modelos chamada Design Model's. Meu pai um dia me apresentou humildemente a esta pessoa e na minha frente ele disse assim, com estas palavras aos meus 15 anos se não me engano: "sei filho não tem nada a ver com este área, ele não tem qualquer talento que seja do meu interesse". Logo, eu comecei a namorar com uma Modelo, lindíssima por sinal chamada Kátia. Duas semanas no máximo, já estava a acompanhando nas aulas aos domingos e ficava apenas observando e vendo o tal Ulisses dar aula para as modelos. Na terceira semana fui convidado a participar do Cast da Agência

E por destino, competência ou sorte, com uns 30 dias eu já havia conseguido moldar as coisas ao meu favor e o tal Ulisses saiu da equipe. O que eu ganhei com isto, assumi o seu lugar na Design Model's. Com 45 dias já estava dando aulas de passarela para todas as turmas da Empresa. Mas ainda não estava satisfeito, comecei a estudar sobre etiqueta, comportamento, postura, expressão corporal, dramatização, passarela, mercado de trabalho e tudo mais que podia. Eu havia me tornado uma máquina que ensinava as garotas a desfilarem. E logo, o Wander também saiu de forma articulada. Neste ponto, eu já ministrava aulas de passarela, etiqueta e mercado de trabalho. Até que um dia, tudo ferrou literalmente. Eu estava pronto para fazer algumas aulas de coreografia para uma apresentação, Troféu Gazeta Mineira. Ah! Eu me lembro de tudo, em cada detalhe. Quando ela entrou, parecia um anjo. Kenia era o seu nome. Nos nos apaixonamos ali mesmo, naquele exato momento. Me lembro que ela nos pediu para fazer algumas flexões para esquentar o corpo e eu fiquei ali, fazendo as flexões e olhando nos olhos dela. Quantas fizemos, eu não sei exatamente. Mas enquanto ela não parasse eu não também iria parar. Os outros caíram e nós permanecemos ali, até que ela se levantou e veio até mim, olhou profundamente em meus olhos e sorriu. Ensaiamos a apresentação durante seis dias intercalados. Em um deles, um amigo meu, me pediu para escrever um bilhete de amor para ela, pois minha namorada estava sempre comigo, então, acredito que ele não tenha visto problemas em me pedir tal favor. Eu, por outro lado, sem maldade alguma, escrevi e ele mandou entregar um buquê de flores maravilhoso para ela. No entanto, neste dia eu aprendi uma valiosa lição que me acompanharia por toda a minha vida!


Nunca peça a ninguém para fazer aquilo que você deve fazer. Após receber o buquê de flores, a Kenia comparou a letra com as fichas de inscrições dos alunos da Design Model's. E a letra, não era a dele. Era a minha. Ficamos e somos inimigos mortais até os dias de hoje. Então, logo chegou aquele sábado, 5 de Agosto de 1995. Eu sabia que tanto o Ulisses quanto o Wander e até mesmo o Baeta, não gostavam de mulheres, mas ainda não compreendia o por que isto acontecia exatamente, por que eles não gostavam dos seios, das bocas e de tudo que as roupas delas nos escondem. Então neste dia, ao sair do camarinho, eu peguei a Katia no colo do Trajano, um pintor respeitado aqui em minha região. Mas eu não sabia que ele também não gostava de mulheres. Fiquei com muita, muita raiva mesmo. Então após terminar a apresentação, começou o baile e nós dois, eu e a Kenia, dançamos a noite toda, só nos e parecia que não existia mais ninguém no salão de festas do Clube Dom Pedro, o tempo havia se tornado totalmente, completamente irrelevante. Quando por volta das 5 horas da manhã, alguém bateu em meu ombro chorando: "você prometeu a minha mãe que ia me levar para casa e o que eu vou fazer agora". Era a Kátia e eu sinceramente nunca fui bom em ver mulheres chorando. A levei para casa mas com isto, tive um grande problema! Não deu tempo de me despedir dela, da mulher de vestido preto, olhos castanhos, cabelos cacheados, lábios vermelhos, pele branca como a neve, seios pequenos na minha medida e aquele perfume, inesquecível. Nem pegar seu telefone, endereço, nome completo, nada. Facebook, Whatsapp, Orkut! Nem e-mail eu acho que existia em 1995 para dizer a verdade.

E assim ela se foi como em um sonho e eu nem mesmo a vi indo embora. Pois quando voltei para o Clube, ela já não estava mais lá. Nem um único beijo eu a dei naquela noite. Até que na segunda-feira, na sala de aula no Napoleão Reis, quando ainda cursava o primeiro ano do antigo segundo grau, uma garota que se sentava atrás de mim e que nunca a tinha visto, bateu em meu ombro: "eu tenho um recado da Clotilde para você". Que Clotilde, não conheço nenhuma Clotilde, você tem problemas, respondi. Então ela completou: "que não conhece o que, vocês dançaram no sábado a noite toda e só se fala disto aqui em Lafaiete".

Foi aí que descobri que uma pessoa pode usar outro nome como "artístico" e que a Kenia não se chamava exatamente Kenia. Marcamos no próximo sábado que era semana de Parque de Exposições, dia 12 do mesmo mês. E lá nos encontramos e foi muito bom enquanto durou, com alguns contratempos lógico, pois a irmã dela se apaixonou perdidamente por mim, Juliana era seu nome. Mas como não escolhemos quem amamos, só a fiz sofrer com meu desprezo e amizade incondicional. Hoje eu sei que mesmo sem saber na época, quem eu amava de verdade era a Jú e não a Clotilde. Irônico não. Só damos valor ao que temos, quando perdemos!

Alguns meses mais tarde, fui beijar a Clotilde e ela se afastou. Me disse assim: "aqui não é lugar para isto". Bom, no desfile tinha mas 42 modelos e todas me dando o maior mole, pois nesta altura do campeonato, eu já estava organizando todo o cerimonial e coreografia delas, entrava no vestuário, camarim, trocava de roupa juntos com elas, uma ótima parte que também não vou me esquecer jamais. Como eu amava quando era contratado para os desfiles de lingerie! Uf. Delícia pura e absoluta. Ainda mais quando eu ajudava elas a colocar as próximas peças e elas em seguida, me ajudavam a vestir a sunga e acertar os detalhes, que somente modelos profissionais vão saber do que estou falando, logicamente. E depois disto, o amor acabou literalmente. Um mês mais tarde, eu já dava aulas de passarela, mercado de trabalho, etiqueta e também de dramatização corporal. Nunca mais vi a tal Kenia Clotilde. E no final, o Baeta me disse assim: "você pode aprender tudo, pode saber fazer tudo, mas um aluno jamais vai conseguir superar o seu professor". O problema é que nesta altura, uns oito meses depois, já era eu quem dava aula, organizava os eventos, montava a estrutura e realizava todas as contratações. Então, o Baeta já havia se tornado dispensável. Um ano mais tarde, montei a Click Model´s que existe até os dias de hoje.



E este sou eu aos meus 21 anos em 97 com a Jú, um apelido bem carinhosos para descrever uma das modelos mais cotadas na atualidade aqui no Brasil, entregando o certificado a uma modelo do Cast Infantil. Como curiosidade, um dia eu e uma outra modelo chamada Daiana, abrimos a inauguração do Plaza Shopping em Barbacena, aqui em Minas. Ela estava coberta com uma pasta prateada, o que chamamos de Vitrine Viva. Só de biquini, um biquini bem fio dental mesmo e ela era maravilhosamente gata. Quando terminamos, tínhamos que tirar pelo menos o excesso da pasta em seu corpo. Logo, entramos para o banheiro reservado da diretoria, bem do lado do Cast de Belo Horizonte que veio para apresentar as roupas na passarela. O problema é que eu só tinha sabonete líquido, papel toalha e água gelada da torneira para minimizar o estrago que aquilo faria em meu carro. Então eu comecei a limpar aquele corpão, e que corpão, acreditem. E como ela sempre foi muito fresca como tinha que ser, dizia assim: "não.. não... para, tá doendo", "aí.. aí.. vai de vagar, tá machucando", "hum... aqui não pode tá", "pára, pará por favor, não aguento mais. Preciso descansar um pouquinho", "agora pode, vai". Eu só estava tentando a limpar, eu juro por Deus. Mas ao abrirmos a porta do reservado, todas as modelos estavam olhando para nós dois, ambos molhados e sem ter o que explicar. E pensa que acabou por aí, não. Ao perguntar ao gerente em qual hotel ele havia reservado nossos quartos, descobrimos que não tinha deito reserva alguma. Festa das Rosas, todos os hotéis lotados. Achamos um pulgueiro com um único quarto, a porta do banheiro quebrada com uma fresta gigantesca de frente para o chuveiro e somente duas camas, uma de casal e outra de solteiro. Para mim, a Gilceia, a Carine e a Daiana. O cara do hotel quando eu voltei e entrei com as três, fez uma cara!!! Lógico que elas dormiram na cama de casal e eu na de solteiro. Mas não vou negar que elas me atentaram muito naquela fatídica noite que eu deveria ter mandado todos os meus princípios e ética profissional para as cucunhas. Como eu me arrependo de ser um dos mocinhos neste ramo!

No entanto também dei alguns deslizes. Me lembro que um dia estava no Juno's, uma antiga boate aqui em minha região. Cheguei mais cedo e então eu a vi dançando, loira, magrinha, corpo maravilhoso e linda. Lidiane era o seu nome. Todos que chegavam, ela descartava. Mas eu a queria e queria mito. Então, pedi a um amigo, para a entregar um cartão de olheiro da Agência e me encontrar no andar de sima da boate, na área vip. E assim aconteceu. Na segunda, no horário marcada, ela estava lá. Então os jogos começaram e eu a coloquei nos outdoors em Belo Horizonte e a levei para desfilar. Ficávamos ensaiando após o fechamento da agência, só nos dois. Até que um dia, em um desfile ela me disse que queria me beijar. No outro dia, em um domingo, nos nos beijamos e muito. Eu consigo me lembrar perfeitamente de cada detalhe do corpo dela, cada curvinha, me lembro do cheiro e do gosto que a pele dela tinha. E isto chega a ser uma grande tortura, acreditem. No entanto, estas coisas são feitas para acontecerem e jamais para durarem.

Um outro fato que gostaria de registrar e tornar público desta época, se chama Gil. Apenas Gil. Nada mais que a Gil dos meus maiores pecados e desejos. Um dia, conheci uma garota lindíssima. Ficamos juntos e fomos para um lugar mais reservado. Chegando lá, dando aquele amasso delicioso, tirei sua roupa e ao colocar meus lábios nos seios dela, senti alguns fios de cabelo. Perdi o tesão na hora e já fui para os atos finais. Pois só tinha visto fios de cabelo nos meus peitos e nos peitos dos meus amigos, jamais nos seios das gatas que já tinha ficado com elas e todas sempre novinhas. Pois estava na flor da minha idade ainda. Ela era mulher, realmente e um mulherão pelo que me lembro, acreditem. Mas toda vez que tocava os seios dela com meus lábios, eu perdia a concentração. Então, com muito custo, a virei de costas e tirei aquela bem rapinha. Depois, morrendo de vergonha a procurei novamente e saímos de novo para melhorar um pouco a minha imagem como garanhão. Só que novamente não aconteceu como eu esperava e teve que ser novamente de costas para mim e bem rapinha. Então passei a ficar preocupado, achando que eu tinha virado algum tipo de "boiola". Na segunda, quando cheguei de Belo Horizonte, a "Gil" estava no atendimento da Agência. Eu por questões de privacidade dela e delas logicamente, não posso publicar suas fotos, mas ela é maravilhosa, perfeita. A gata mais gata que já tive em meus braços aos seus 17 ou 18 anos. A gente sempre teve aquela química no olhar que nada nem ninguém é capaz de explicar. Mas naquele dia, eu precisava testar a minha masculinidade no mais puro sentido da palavra. Sem muito conversarmos, fechei a agência e fomos lá para dentro, lá para o fundo. No estúdio fotográfico. E como um passe de mágica, eu estava tirando a roupa dela e ela a minha. Uf! Puts! Que corpo era aquele, que seios eram aqueles. Que barriguinha era aquela. Que bunda era aquela. Quis pernas eram aquelas. E ali mesmo foi a nossa primeira transa. Maravilhosa e nós dois, completamente suados e desnudos ao acaso. Aqueles olhos pretos e cabelos lisos, pretos como a noite, eu queria mais. Aquele cheiro de sexo, eu queria mais. Muito mais. No entanto, não tinha mais preservativo comigo e logo, fomos comprar, nos dois. Rapidamente chegamos a um hotel e tomamos aquele banho. Ali eu a experimentei um pouquinho e ela a mim, carne com carne. O resultado, foi que naquela noite, transamos por 6 vezes. Gastamos duas caixas de preservativo. E ainda não contentes, por volta das 8 horas da manhã, ainda tomamos mais um banho e como não tínhamos mais preservativos, nos masturbamos, um ao outro. E foi perfeito, mágico e completo. Mas o resultado de tudo isto para nós dois foi devastador, pois não conseguíamos ficar mais perto um do outro sem nos atacarmos, literalmente. O desejo, superava completamente a razão. E como uma paixão gigantesca como aquela não nos é permitida pelos próprios Deuses, nos separamos nem sei por que. Só sei que se estivermos a menos de 100 metros um do outro, nossos corpos se encontravam e dava até choque. Pelo menos era o que eu sentia, quanto a "Gil", somente ela sabe se isto era ou não recíproco.   

O por que estou contando tudo isto? Para mostrar que me lembro, que me lembro de tudo aos mínimos detalhes e principalmente, uma das quatro regras de conduta que adotei em minha vida: (i) nunca humilhe nem despreze o seu semelhante pois ele pode ser bem melhor do que você já foi, é e sempre será. (ii) Não tenha medo de arriscar muito menos de conquistar. (iii) Viver não é e nunca será fácil. (iv) Na calçada da fama, não tem espaço para os perdedores nem fracos de menti ou espírito.

Depois de montar a Agência de Modelos, como muitos estavam duvidando da minha masculinidade, gostei mais de uma antiga aluna e juntos, decidimos fazer um bebezinho. Meu filho que hoje, está na Faculdade de Direito de Conselheiro Lafaiete me enchendo de orgulho. Claro que uma decisão como esta não foi feita para durar para sempre, logicamente. Alguns anos mais tarde, fiz supletivo e concluí o segundo grau em uns 90 dias. Me tornei Maquinista e depois fui para a faculdade. Me casei e me separei novamente, pois um dia pernoitado, cheguei em casa e minha linda esposa me disse assim: "você me tirou da casa dos meus pais para me deixar passar fome". Bom, em partes isto é verdade. Pois o freezer e os armários estavam lotados mas não tinha comida pronta. Então, coloquei um peito de frango no microondas para descongelar, fiz arros, cozinhei feijão, preparei o peito de frango, piquei algumas verduras, frutas e abri uma caixa de suco de pêssego. Coloquei no prato e levei para ela na cama. Claro que dormi no outro quarto da casa neste dia e depois deste fato, meu divórcio já estava assinado em meus pensamentos. Quatro meses depois, nos separamos. Então, aprendi a minha quinta regra de conduta: (v) Beleza não põe a mesa. Lembre-se disto!



Depois fiz vários eventos como o Skol Fest que me pertence colocando mais de 4 mil pessoas em clubes por toda a região. Em relação a minha ex, eu já tinha a buscado por duas vezes na casa dos seus pais. Disse a ela que não existiria a terceira. No entanto, um dia ela chegou do serviço e me disse assim: "amanhã vou voltar para a casa dos meus pais". Que pena, ela não sabia que eu sempre fui um homem de palavra. Então a disse: "você não vai voltar amanhã não, você vai voltar agora". Foi quando conheci a "pistoleira" como minha mãe a chamava, e no outro dia já tinha outra deitada na nossa cama. Foi quando aprendi a minha sexta regra de conduta: (vi) Você só esquece um grande amor conquistando outroDepois veia a Claudia e esta sim, foi minha perdição. A que me levou para a Carismática. Bom, ela não sabe disto, mas eu devo tudo que eu tenho hoje a ela. Minha empresa, minha esposa linda e amada, minha filha, meus aviões, casas, terrenos, devo tudo a ela com total e absoluta certeza. E se algum dia você ler isto Drª Cláudia, obrigado e espero que suas decisões tenham sido bem mais valiosas. Então aprendi a minha sétima regra de conduta: (vii) Nunca se apaixone pela mulher que irá te acompanhar pelo resto da sua vida, seja diplomático.   


Esta imagem acima vai ficar para os gênios de plantão entenderem. Mesmo depois de passar por muitas e boas, conseguir ter estabilidade emocional e financeira, ainda não conseguia acertar a mão. Foi quando em novembro de 2015 fui apresentado aos nootrópicos de verdade e não estas porcarias que vendem aqui no Brasil em um congresso que fui lá nos Estados Unidos. Deste dia para cá, vocês já sabem o que aconteceu comigo. Escrevi mais quatro livros e já estou iniciando mais um que devo concluir ainda este ano. Passei a compreender melhor asa coisas e ficar mais "esperto". E mesmo estando prestes a perder minha empresa por um processo movido em São Paulo que chega a ser criminosos e ridículo, estou bem e mantendo o mesmo padrão de vida de sempre. A poucos dias estava em Paraty no qual registrei esta imagem:



Passei a cuidar mais de mim mesmo. A gostar mais de mim eu acho. Comer melhor e com mais qualidade, praticar mais atividade física regular e passei a ter mais tempo para minha família como um todo. Estou enfrentando esta crise econômica e política sem qualquer preocupação que seja, ainda mais por que já tenho um pedacinho de terra em uma roça de verdade, indisponível a população em geral e muito, muito segura. Caso ocorra alguma merda neste país mais séria por irresponsabilidade total deste governo comunista. E no mais já consegui perder 5 quilos nos últimos três meses.



Mas antes de falar que o NZT100 é maravilhoso e que faz milagres, ou que irá de deixar 50% mais inteligente e produtivo, ou ainda que você vai tomar e vai perder 5 quilos da noite para o dia, bom! É preciso ler esta matéria sobre como eu consegui perder peso em dois ou três meses, clicando aqui para entender que sem dedicação, persistência, abdicação e muita, mas muita força de vontade mesmo, ninguém vence nesta vida.

E esta é a minha história. Uma pequena resposta para quem ainda tem dúvidas se o NZT100 realmente funciona, pelo menos comigo. O que gostaria de registrar, é que se você acreditar, pode tomar até água de uma mina qualquer que você irá ficar mais focado, concentrado e inteligente. Mas se você não acreditar, pode tomar 5-HTPHuperzine, ColinaAniracetamCarfedon, Stavigile, RitalinaSulbutiamineAdrafinil, Modafinil, PramiracetamNoopept ou qualquer outro ou até mesmo, todos juntos. Nada vai curar uma doença que está dentro do seu próprio pensamento. E medicamentos como o NZT100 que utiliza sim, Piracetam e Modafilina, deve ser administrado com cautela e acompanhamento médico, clínico e laboratorial. Também não adianta esperar milagres, pois este tipo de medicamento só melhora aquilo que você já é. Ou seja: se você for um analista financeiro, tomando um nootrópico qualquer, será um analista melhor. Mas se você for um Gari, não que eu tenha qualquer preconceito que seja com esta classe trabalhadora, não é isto de forma alguma, será apenas um Gari melhor e mais concentrado. E esta é a única verdade que existe e que realmente importa. O que nós buscamos é o aprimoramento de nós mesmos, não mágicas nem modificação genética. Precisa tomar um nootrópico, sim. Precisa. E barato, não é. Pelo contrário, é muito caro e complicado de conseguir



Já até fui chamado de "vendedor" pelo leitor apresentado acima e acusado de ser o mesmo golpista do FocusX, GeniusX, OptiMind, Neurofos, NZT48, SAMe, entre outros. E que ler informações e relatos como este é pura "perda de tempo". E uma pessoa desta, para acusar com tamanha propriedade, deve ter vários e vários artigos científicos publicados, vários livros publicados, vários blogs com informações gratuitas e sem qualquer finalidade comercial que seja, enfim. Deve ser uma pessoa altamente qualificada e capacitada. Vamos ver agora, alguns dos principais nootrópicos disponíveis nos Estados Unidos:

5-HTP é feita no corpo a partir de L-triptofano e converte-se em serotonina no cérebro. A serotonina é um dos mais importantes neurotransmissores-regulação do humor que desempenha um papel na promoção de padrões de sono adequadas. Ele também pode ter um efeito positivo sobre o foco, evitando o excesso de excitação no cérebro.

Huperzine é um nootrópico populares feito a partir de ervas que vem de uma planta encontrada na China conhecido como Huperzia Serrata. A principal vantagem deste suplemento é que ajuda a aumentar os níveis de acetilcolina no cérebro.

A colina é um dos componentes mais básicos para qualquer rotina de suplementação Nootrópicos. A colina pode ser encontrada em muitos dos alimentos que comemos, mas infelizmente, em níveis baixos. Completando com uma fonte de colina, pode-se assegurar que o corpo tem matéria-prima suficiente para a produção de acetilcolina, uma vez que é um precursor direto.

O Aniracetam é considerado tanto um Racetam e parte da família Ampaquina. O que significa que oferece mais do que apenas melhorias cognitivas puramente. É realmente um ansiolítico bastante potente. Isso significa que ele ajuda a reduzir os níveis de estresse e ansiedade e podem proporcionar efeitos de humor reforço.

Carfedon é basicamente uma versão mais forte do Piracetam, garantem estar 60 vezes mais concentrada. Tem um grupo fenilo ligado à molécula do piracetam inicial, o que lhe confere algumas propriedades interessantes e benefícios. Este suplemento é conhecido por ajudar a melhorar a tolerância geral ao frio e ao estresse.

Sulbutiamine é uma versão sintética de tiamina originalmente desenvolvido no Japão. Ele é usado principalmente para ajudar a aumentar a energia total do cérebro. Sulbutiamine também leva a uma melhoria da capacidade de concentração e melhor capacidade de focar e concentrar. Ele também ajuda a relaxar e induz a uma sensação de bem-estar geral.

Adrafinil é outro Nootrópico para aumento de energia que funciona de forma muito semelhante ao Modafinil. De fato, muitas pessoas tomam Adrafinil se eles não podem comprar legalmente Modafinil em seu país. Isto é porque na verdade Adrafinil converte em Modafinil no fígado. Ele carrega quase todos os mesmos benefícios e é usado principalmente como um agente de vigília que melhora os efeitos relacionados a memória e cognição.

O Modafinil é uma das mais fortes nootrópicos que podem ser utilizados, mas deve ser abordada com cautela. Foi originalmente desenvolvido para uso clínico no tratamento da narcolepsia e outras perturbações do sono. Outro uso atual inclui o tratamento de apnéia do sono e promover uma maior agilidade em trabalhadores por turnos, como médicos e enfermeiros. Embora não seja realmente uma cura para qualquer um destes, considera-se que é um poderoso agente de vigília. Isto é muito procurado por pessoas que experimentam sonolência diurna excessiva ou fadiga persistente.

Pramiracetam é, basicamente, uma versão melhorada do Piracetam, o Nootrópico inicial. Ele funciona de forma muito semelhante, ligando-se aos locais de receptor de acetilcolina e, em seguida, inibindo a sua dessensibilização de modo que o potencial químico dos neurônios seja maior.

Eranz contém 10 mg de cloridrato de donepezila equivalente a 9,12 mg de donepezila. É indicado para o tratamento sintomático da demência de Alzheimer de intensidade leve, moderadamente grave e grave. O diagnóstico da demência de Alzheimer deve ser realizado de acordo com os critérios científicos aceitos, como DSM IV, ICD10. Pode também ser utilizado como nootrópico, no entanto, devido a sua ação farmacológica, os inibidores da colinesterase podem ter efeitos vagotônicos sobre a frequência cardíaca (p.ex., bradicardia).

Noopept desde há muito tempo considerado um dos mais fortes Nootrópicos disponíveis, este suplemento produz um número de benefícios eficazes relacionadas com a plasticidade sináptica. Ele é conhecido por aumentar a consolidação da memória e memória de trabalho, por vezes significativamente. Outros efeitos incluem aumento da capacidade de aprendizagem, melhoradas reflexos e percepção sensorial, melhor humor global, redução da ansiedade, pensamento lógico avançado, e melhor desempenho cognitivo global. Noopept funciona estimulando o nicotínico, Locais de receptores AMPA e NDMA no cérebro. Isto serve para aumentar a atividade dos neurotransmissores como glutamato, a acetilcolina, Dopamina, e até mesmo Serotonina.



Eu não tenho qualquer interesse comercial que seja, é fato e a única verdade que existe. Por este motivo, apenas para ajudar aos brasileiros sem desejar qualquer coisa que seja em troca, eu já enviei a fórmula base a mais de 2.000 pessoas em praticamente todos os estados brasileiros. E nunca, jamais cobrei um único centavo que seja para fazer isto. E como muitas pessoas me pediram e até mesmo imploraram para enviarem a elas uma única dose que seja do NZT100, corri um risco violento no último mês e pedi 600 doses extras que graças a Deus, chegaram tudo certinho. Isto por que a Modafilina em sua composição mais pura não necessita de receita médica nos Estados Unidos, tal como o Piracetam. Mas isto não ocorre aqui no Brasil. Eu mesmo tentei comprar o Stavigile em praticamente todas as farmácias em minha região e até mesmo no Rio de Janeiro e São Paulo e não consegui. E quanto a funcionar, é simples. Hoje brinco com drones como o apresentado acima e estou montando um outro que será ainda mais agressivo e automatizado, com comandos de voz, sonar e tudo mais.




Além de tudo isto, ainda piloto aviões não comerciais, navego, velejo, remo, corro, nado e ainda arrumo tempo, não sei como, para brincar com aeromodelos como este apresentado abaixo, que só o motor possui 112 cilindradas. Mais do que uma verdadeira paixão, uma adrenalina sem igual quando um monstro deste sai do chão e você sabe que tudo está bem ali, em suas mãos. E que de uma forma ou de outra, você vai ter que trazer o seu brinquedo para baixo novamente. E não existe nada igual neste mundo, acreditem.






E eu ainda acredito que sem a ajuda de um nootrópico que realmente funcione, eu não conseguiria ter um hangar recheado e variado como este em minha casa. Mesmo que seja só para admirar e me lembrar as vezes que eu já voei com cada um deles. Já quebrei aviões, sim. Mas foram poucos, apenas 3 que tenho grande saudades de cada um deles também. Todos os demais, estão intactos, com alguns arranhões. Pois um avião sem nenhum detalhe, é um avião que nunca saiu do chão, com total certeza.


E este é o meu velho e bom amigo de muitos voos, mais de 300 e muitas quedas. Umas 20 eu acho. Pois foi com este brinquedinho que realmente aprendi a controlar um aeromodelo no ar e principalmente, o trazer para o chão em segurança, na maior parte das vezes, pelo menos. Um dia, estava eu voando na roçinha que tenho, e fui ousar um pouco mais. Virei o Sensei de dorso e estou voando. Ele tem a portinha da bateria em sima que naquele momento já era em baixo, foi quando vi alguma coisa preta caindo do avião. Era a bateria. Logo, ele desceu sem qualquer comando que seja. Então, aprendi que um pedaço de fita larga, aquela transparente, nunca é de mais. Isto sem esquecer no Nitro Rustler que não deixa de ser outra grande paixão também.




Ainda tem os helicópteros que são uma verdadeira loucura. Um perigo sem igual que eu corro para configurar, para ajustar tudo, para regular, para trimar, para ajustar a passe da hélice e ainda para voar, que é 100% mais perigoso ainda. No entanto, não existe drone, muito menos aviões, até os grandes, que nos dão o mesmo prazer de voar um helicóptero como o Tubarão, 600. Aquele barulho, aquele tesão, aquela sensação de saber que se você cometer o menor erro que seja, já era. Não tem mais volta. Ou você morreu, ou matou algumas pessoas, ou danificou o carro de um amigo, ou rasgou mais de 4 mil reais. Se errar, pode apostar, só existem estas quatro opções. Isto é estar completamente, intensamente, no controle de um helimodelo, que acreditem, por experiência de quem também já pilotou um de verdade, é bem parecido. Quase que a mesma coisa. Isto por que a tecnologia é a mesma, só muda o tamanho e o custo de produção.  


Eu acredito que seja um especialista em Rádios Futaba, atualmente. Pois me especializei e praticamente em meu grupo de amigos, sou referência. Aqui no Brasil se existirem cinco pessoas como eu, quando falamos em Futaba, acredito que sejam muitas. Isto pro que recentemente, consegui configurar e conectar todos os principais sensores de Telemetria. Estou utilizando um receptor R7008SB, um GPS Futaba SBS-01G e um Vário F1712. Que realmente é o melhor equipamento para se medir a Altitude e mais confiável em todo o mundo, sem qualquer sombra de dúvidas. Isto para o Rádio T14SG


Como se pode verificar, tudo funcionando perfeitamente e devidamente configurado. Um detalhe importante, que aprendi a duras penas e sendo obrigado a ler praticamente todo o manual do Rádio T14SG, é que os sensores de Distance e Spped só funcionam após o aero decolar. Pois em um primeiro momento, até mesmo acreditei que o hardware estivesse com algum defeito. Mas assim que decolei, tudo funcionou perfeitamente. Outro detalhe para registro, é que a função Distance, marca o "ponto de decolagem" e não a distância do Rádio, como acreditei em um primeiro momento. Logicamente, acredito que não seja necessário comentar, que aprendi a fazer tudo isto sozinho e sem a ajuda de qualquer pessoa que seja.


Eu acredito que a informação seja o bem mais valioso do Século XXI e que todos nós deveríamos ter acesso a ela. E o que mais me revolta como pessoa é saber que os nossos governantes são aqueles que mais mentem e escondem fatos importantes do seu povo. Como por exemplo ter acesso em tempo real às imagens geradas pela Estação Espacial Internacional. E se você desejar ter acesso e ver a terra bem lá de cima, aonde certamente existem pessoas no espaço, é bem simples. Basta clicar aqui e pronto. Você vai poder ver imagens magníficas como esta apresentada abaixo.


Minas Regras de Conduta e Código de Honra são as seguintes e para todas as decisões que tomo atualmente, me baseio exclusivamente e unicamente nelas sem qualquer exceção, dúvida ou arrependimento. Se funcionam ou não, é uma questão de ponto de vista. O que sei, é que consegui chegar a casa dos "enta" com saúde, família, sem passagem pela polícia e dignidade. E o melhor de tudo, com aquela carinha de 30 e poucos anos. Se já tive com um baseado nas mãos, sim. Já. Se já fiz uma carreirinha de Cocaína na mão esquerda, sim. Já. A diferença é que nas poucas vezes que isto aconteceu eu expirei em vez de aspirar. Uma questão de respeito e bom senso para comigo mesmo e com aqueles que não pensavam como eu. 

01. Nunca humilhe nem despreze o seu semelhante pois ele pode ser bem melhor do que você já foi, é e sempre será.
02. Não tenha medo de arriscar muito menos de conquistar
03. Viver não é e nunca será fácil
04. Na calçada da fama, não tem espaço para os perdedores nem fracos de menti ou espírito.
05. Beleza não põe a mesa.
06. Você só esquece um grande amor encontrado outro.
07. Nunca se apaixone pela mulher que irá o acompanhar pelo resto da sua vida, seja diplomático.
08. Se olhe no espelho sempre que tiver alguma dúvida.
09. Não faça com os outros aquilo que não gostaria que fizessem com você.
10. Nunca beba, nunca fume, nunca transe, mais do que o necessário.
11. Camisinha é de Vênus. Ou seja, se você não conhece nem confia, coloque.
12. Quando sujar suas mão com Drogas, seja ela qual for, lembre-se que duas crianças no mínimo morreram para satisfazer os seus desejos.
13. Para se defender, pergunte depois que apertar o gatilho.
14. Não viva dentro do sistema.
15. Se tiver que morrer, morra atirando para todos os lados.
16. Você só vai levar desta vida o que comeu, bebeu e os lugares que conheceu.
17. O mundo está mudando e se tornando virtual. O segredo está na Internet.
18. Sem percorrer o desconhecido, não existe o sucesso.
19. Escreva um Livro, Plante uma Árvore e faça dois Filhos nesta vida.
20. Homens que batem em mulheres e crianças, não são homens de verdade, são animais e devem ser tratados como tais.