terça-feira, 7 de junho de 2016

COMO REAGIR A UMA TENTATIVA DE ASSALTO?

Infelizmente no dia de ontem, fui abordado por um vagabundo na cidade de Ouro Preto, por volta das 15 horas da tarde, em pleno dia com sol quente, em uma das principais ruas do centro histórico. E o que eu fico revoltado é como as coisas acontecem e ninguém toma qualquer atitude que seja. Vejamos os fatos: no domingo, ao retornar da cidade de Itabirito, em um encontro de aeromodelistas no qual eu mesmo participei, meu amigo sofreu um acidente no qual uma moto toda "fodida" com o perdão do termo, estava transitando a 30 quilômetros por hora na 356. Meu amigo com uma carretinha ao sair da curva a uns 80 se depara com este LIXO de condutor. Ao pisar no freio abruptamente, a carretinha o empurrou e ele capotou. Graças a Deus os danos foram apenas materiais e nada aconteceu com meu amigo. O "filho da puta" novamente com o perdão do termo e da palavra, se quer parou após provocar este grave acidente e foi embora sem ao menos prestar qualquer tipo de socorro que seja. Possivelmente um assassino sem habilitação e com a merda da moto totalmente irregular


Este é o Brasil, um país de todos. Os vagabundos, assassinos e corruptos. E o pior de tudo e que ninguém pode fazer absolutamente nada para mudar este quadro que vem vitimando pessoas em todas as nossas estradas. Então, fui o visitar com minha esposa e filha. Ao retornarmos, passamos em Ouro Preto para almoçar e fazer algumas fotos, que modéstia parte, ficaram lindas. No centro perguntei a um guarda que me indicou continuar subindo no sentido do Museu da Inconfidência e virar a direita para estacionar o meu carro, sendo que este LIXO de Cidade Histórica de merda nem estacionamento pago possui. Bem ao lado da igreja Nossa Senhora do Carmo, na rua Costa Sena, parei meu carro, local que acreditei ser seguro. Logo, fomos almoçar. Esta foi uma das fotos que tirei neste dia, da esquina na qual tinha parado o meu carro.