quarta-feira, 1 de junho de 2016

TAILS - O SISTEMA OPERACIONAL DE EDWARD SNOWDEN

Versões portáteis das distribuições Linux não são novidade para ninguém. No entanto, nenhuma delas pretende ser supersegura ou facilitar a vida de quem deseja dar aquela espiada nos arquivos alheios. No entanto, o Tails SO parece ter sido desenvolvido para agentes secretos de verdade e conta com tudo que um espião precisa. Simples, eficiente e sem deixar qualquer rastro que seja. Coisa de cinema ou a mais pura realidade?


A aparência de um pequeno pendrive não entrega nada, mas o que ele faz não é muito comum. Em uma memória Flash qualquer, podemos encontrar o Tails SO: um sistema operacional completo, enxuto e baseado em Linux que imita a aparência gráfica do defasado Windows XP. O equipamento funciona de forma autônoma. Você pluga o dispositivo em uma entrada USB do computador e ele vai iniciar o PC com o Tails. Dessa forma, tudo o que você fizer, copiar, gravar ou acessar qualquer dado que seja, não deixará qualquer registro na máquina, na rede local e até mesmo na internet. Isso se você evitar o Google, afinal o gigante das buscas ainda guarda todos os seus registros de pesquisa, seja em qual plataforma for, até mesmo pela I2P, logicamente. O Sistema Operacional, vulgo SO, usa a interface Gnome 2.0 e conta com todos os seus aplicativos-padrão. A segurança do tráfego pela internet é garantida pelo Sistema Tor, que deixa você invisível na rede. Para testar o SO, você pode fazer o download aqui e seguir as instruções para instalá-lo em uma unidade Flash. Não há garantias, no entanto, do pleno funcionamento desta versão.